Carta para Rádio Bandeirantes - Falando de Química

30-04-2011 02:08

    Olá pessoal, tudo bem?

    Segue a cópia de uma carta que enviei para Rádio Bandeirantes e ela foi lida hoje no programa O Pulo do Gato pelo Zé Paulo de Andrade. Show de bola!! Acredito que cumpri minha obrigação de levar a informação correta.

 

   Abraços!!!!!!!

____________----------------------------------------_____________

 

 

São Vicente, 20 de abril de 2.011

 

Saudações,

 

a razão do meu contato, além de parabenizá-los pelo jornalismo responsável e de qualidade, é porque sou professor de Química e venho informar que nós (professores de Química) temos um trabalho árduo para tentar desenvolver, junto aos alunos, o olhar crítico e coerente acerca da disciplina e suas interfaces no mundo. Dentre os principais e mais difíceis trabalhos, podemos colocar em destaque o “DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES QUE PERMITAM AOS EDUCANDOS ENTENDEREM A QUÍMICA COMO UMA ALIADA E NÃO UMA INIMIGA”. Normalmente, muitos leigos erroneamente caracterizam a Química como esta inimiga, ou seja, é muito comum encontrarmos expressões que sempre associam a imagem da Química à coisas/ações nocivas ao ser humano e também ao meio ambiente. São ações como esta que atrapalham muito o desenvolvimento da aprendizagem dos assuntos que a Química trata.

 

                Um exemplo marcante é o tal do “vinho químico”, divulgado por autoridades e amplamente noticiado pela mídia nos últimos dias. Diz-se que este “vinho” é nocivo à saúde de quem o consome e a forma de classificá-lo em função desta característica é adjetivando o nome com a palavra “químico”. Então, por este raciocínio, podemos deduzir que os demais vinhos não têm substâncias químicas, certo? ... ERRADO!! Os dois têm compostos químicos. [Observe: Várias centenas de compostos aromáticos já foram identificados no vinho...  Ao iniciar o processamento da uva, utilizam-se fenômenos ligados à tecnologia de vinificação (extração, hidrólise, oxidação, etc.). ...Nessa fase formam-se os chamados aromas pré-fermentativos... ... Fermentação... http://www.cnpuv.embrapa.br/publica/artigos/aromas_qualidade_vinhos.pdf ]  Ufa! É pura linguagem química, rsrs.

 

                Observaram o quanto é perversa e como desinforma uma expressão como esta (“vinho químicoà para dar idéia de coisa ruim ou uma como “produto natural sem químicaà quando se quer dar a idéia de coisa boa)? Os órgãos de imprensa devem repensar a forma como utilizam a palavra química. Devem ter a preocupação de informar que a Química em si não é nociva. Os usos incorretos da Química é que podem causar danos. Também devem ter a preocupação de ressaltar que muitos avanços da nossa sociedade, como o desenvolvimento de medicamentos, cosméticos, produtos de higiene entre outros, se devem aos estudos e pesquisas em química.

 

                Enfim, por favor, tenham mais cuidado ao redigir textos e/ou proferir expressões que tratam deste e outros assuntos importantes para o desenvolvimento da Ciência em nosso país. Uma expressão mal colocada ou um texto mal redigido podem atrapalhar muito o trabalho e o desenvolvimento científico, uma vez que será difícil conseguir o ingresso de novos estudantes interessados em ciência. Afinal, já temos muitos problemas para tratar na educação brasileira.

 

                Por favor, divulguem este pedido.

                Desde já agradeço.

                Mais uma vez PARABÉNS pelo jornalismo Rádio Bandeirantes.

 

            Gerson Novais Silva 

            Msc Ciências pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP)

            Professor de Química Ambiental pela Universidade Metropolitana de Santos - UNIMES

            Linha de Pesquisa: Educação Ambiental

 

                Professor Coordenador de Oficina Pedagógica em Química

                DERSV - Diretoria de Ensino Região São Vicente

 

PS.:  2.011 é o Ano Internacional da Química. Sugiro uma visitinha ao site do AIQ - Ano Internacional da Química:

http://www.quimica2011.org.br/  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Procurar no site

Contatos

Quimica-dersv Rua João Ramalho, nº 378 - Centro São Vicente (SP) CEP: 11310-050 Gerson Novais
Tel: (13) 3569 1813
3569 1845
3569 1846
Fax: (13) 3569 1847